Você conta sobre seus maiores objetivos para outras pessoas? Talvez seja melhor parar de fazer isso

Não conte sobre seus objetivos

Você sonhou grande! Definiu um novo objetivo para sua vida profissional ou pessoal.

Na empolgação com a ideia, você contou para todos os seus amigos e a sua família o que iria fazer.

Muito bem! – Eles vão dizer.

A sensação de “tapinha no ombro” parece te motivar ainda mais para seguir em frente e impressionar essas pessoas.

Agora vai! – você pensa…

…Aí alguns dias, semanas, meses passam. Você já se esqueceu de colocar aquele objetivo que era tão importante na sua lista de afazeres.

E quando as pessoas vêm te perguntar você até precisa de alguns segundos para resgatar a memória na sua mente antes de responder.

Isso mesmo, o seu objetivo foi totalmente esquecido. Como responder a essas pessoas agora?

Bom, você pode até tentar explicar para elas de uma forma. Mas, eu não sei se elas vão gostar de ouvir um dos principais motivos para seu objetivo não ter dado certo…

A verdade é que…

Você não devia ter contado sobre isso para elas!

Por que não contar sobre seus maiores objetivos e metas com as pessoas

A psicologia e a ciência aconselham: fique de boca fechada quando o assunto disser respeito aos seus maiores objetivos e metas.

Em uma palestra no TED, o empreendedor Derek Sivers mostra as razões para você fazer isso.

E, já adianto que, não: não é por recalque, olho gordo nem inveja que as pessoas podem sentir das suas realizações.

A razão é pura e simplesmente porque seu cérebro – esse danado preguiçoso – tenta trapacear e se auto-sabotar quando você declara o que quer fazer para o mundo.

Geralmente, funciona assim: quando você conta para alguém sobre um grande objetivo ou meta que quer atingir, ainda há muito trabalho a ser feito. Você ainda nem começou a fazer algo sobre isso, certo?

Porém, segundo a psicologia, o que acontece depois que você faz essa revelação para outras pessoas é que você passa por uma coisa chamada realidade social.

Esse fenômeno psicológico faz com que seu cérebro pense que todo aquele trabalho e suor que você precisa derramar para chegar no seu objetivo já aconteceram!

Então, pra quê se esforçar né?!

Pois é: basicamente, essa sensação de satisfação gerada ao contar suas metas faz com que você sinta menos motivação para botar a mão na massa e fazer o trabalho que tem que ser feito.

POR QUE FAZ ISSO CÉREBRO?? POR QUE???

Existe até um experimento social que foi feito em cima disso. Você pode conferir mais sobre ele abaixo.

Assista a palestra de Derek Sivers para entender como o seu cérebro pode te sabotar

 

O que fazer, então?

Eu sei o que você deve estar pensando. Como assim você não pode contar sobre uma coisa que você quer tanto alcançar para alguém importante?

Parece ridículo você não poder revelar para sua família e amigos sobre seus objetivos. São pessoas com quem você deseja compartilhar esse tipo de coisa.

Bom, segundo o Derek Sivers, não há muito o que fazer além de tentar duas coisas. A primeira é resistir de contar sobre isso até que você complete aquela meta e tudo tenha dado certo.

A segunda solução é você contra-atacar o seu próprio cérebro e ser você a enganá-lo (MUA-HA-HA!). Como? Basta contar sobre o seu objetivo para as pessoas de forma que isso não te traga nenhuma satisfação.

Em vez de apenas revelar sobre o objetivo, diga que precisa se dedicar àquilo todos os dias e peça, caso você saia dos trilhos, para que estas pessoas puxem a sua orelha!

Dê a elas permissão para que elas te lembrem sobre isso e te ajudem a acordar cedo, mudem a senha do seu Netflix até você completar tudo…Enfim, peça ajuda para você não perder o foco.

E, vai por mim: não vai ser nada prazeroso ouvir uma bronca toda vez que você se esquecer de colocar em prática o que prometeu.

E aí, gostou da palestra? Se você ainda não definiu nenhuma meta ou objetivo por enquanto na sua vida, não tem problema!

Dá uma olhada neste artigo abaixo. Nele eu sugiro 6 tipos de projetos pessoais que você pode colocar em prática imediatamente, sem custos, e ainda contam pontos no currículo!

Vai lá, vê se você se identifica com alguma das opções e depois me diz se colocou algum dos objetivos em prática, ok? MAS SÓ DEPOIS QUE JÁ TIVER DADO CERTO, NÉ? :P

Gostou do post acima? Então, junte-se ao nosso clã de hackers e
RECEBA CONTEÚDOS EXCLUSIVOS PARA SUA VIDA PROFISSIONAL