5 vantagens e 5 desvantagens sobre trabalhar em casa (E como se livrar das desvantagens!)

Trabalhar em casa

Muita gente que lê sobre home office e como entrar nesse mercado sempre se depara com a questão: “Trabalhar em casa é mesmo para todo mundo?

A resposta, obviamente, é não. E isso não significa que quem não trabalhe de casa não queira ou não tenha possibilidade de ter flexibilidade.

Pelo contrário: já adianto que é até possível ficar muito mais horas trabalhando em home office do que em um escritório.

Mas, – você pode perguntar –  como saber se o home office é adequado para mim?

Uma boa ideia é começar analisando quais são as vantagens e desvantagens de trabalhar em casa.

Na hora de avaliar esse cenário é muito fácil pensarmos só nos benefícios do home office. Mas, é preciso tomar muito cuidado para que essa forma de trabalho não acabe piorando a sua qualidade de vida em vez de melhorá-la.

Isso pode acontecer por vários motivos: prazos fora da realidade, pessoas que aceitam mais trabalhos para conseguir mais dinheiro, que ganham por hora trabalhada ou até mesmo o fato de o profissional não ter aprendido a separar o momento de trabalho e de descanso dentro de casa.

Após mais de um ano trabalhando em casa eu já enfrentei praticamente todas as situações acima e posso dizer que até hoje essa rotina me traz desafios e um aprendizado enorme.

Em contrapartida, pode ser fácil chegar a uma jornada de trabalho em home office mais confortável quando, em vez de pensar apenas no trabalho, você também tenta aproveitar todos os benefícios que essa prática traz.

Então, para te ajudar a tomar qualquer decisão a respeito desse assunto, eu criei a lista a seguir com 5 vantagens e 5 desvantagens sobre trabalhar em casa.

E não se preocupe se você já estiver trabalhando dessa maneira e sinta que está usufruindo apenas das desvantagens: eu também sugiro formas simples para você tentar resolver esses problemas.

Olha só os itens que você vai conferir neste artigo:

Antes de começar, se você tem algum amigo ou familiar que já trabalhe em casa, que tal já sugerir essa leitura para ele também? Basta clicar em um dos links abaixo:

Vamos lá?

Conheça as vantagens de trabalhar em casa

Vantagem #1: Qualidade de vida

Trabalhar em casa é chegar a um ótimo nível de flexibilidade no emprego – seja ele formal ou não. E com a flexibilidade vem a qualidade de vida.

Eliminar o estresse de ficar no trânsito ou transporte público lotado todos os dias às sete da manhã já é, por si só, um fator que aumenta significativamente a qualidade de vida do profissional.

Mas, existem ainda mais possibilidades: mais tempo para ficar com os filhos e/ou bichos de estimação, mais tempo para visitar a família, a possibilidade de viajar para cidades diferentes, alimentação caseira e mais saudável e até a mudança para um lugar mais barato, seguro e afastado da poluição.

Quem sabe aproveitar tudo isso ao trabalhar em casa definitivamente consegue ter uma boa qualidade de vida.

Vantagem #2: Possibilidade de trabalhar de qualquer lugar (mesmo!)

Com exceção de alguns trabalhos que podem ter eventos ou reuniões presenciais, o home office implica que você possa trabalhar, literalmente, de qualquer lugar: desde o sofá da sua casa até outro país.

E você não precisa desanimar caso não tenha condições de fazer viagens e morar em diversos lugares diferentes em um curto período de tempo.

Você pode começar a conhecer lugares novos na sua própria cidade, como cafés, espaços de coworking, bares, parques… Ou seja: qualquer lugar que ofereça Wi-Fi ou uma mesa para você realizar suas atividades.

Dependendo do tamanho da cidade em que se vive, com certeza será possível fazer um roteiro de diversos lugares novos para conhecer e cumprir com as obrigações. E um bônus: isso pode aumentar ainda mais sua produtividade e disposição para trabalhar.

Vantagem #3: Autonomia

A autonomia é outro ótimo benefício do home office. Se em um antigo emprego você ficava incomodado com a sensação de estar monitorado o tempo todo, como acontece em alguns escritórios, isso não vai mais existir.

E isso é bom por dois motivos: o primeiro é que você não se sentirá tão pressionado, pois não terá um chefe a todo o momento no seu cangote cobrando e te apressando.

Isso te ajuda a fazer seu trabalho da melhor forma que conseguir, pois você terá o poder de administrar o seu próprio tempo.

Aliás, talvez seja nesse momento que você passe a descobrir como realmente gosta de trabalhar.

O segundo motivo é que você ainda poderá aprender a se autogerenciar e a criar um sistema próprio para realizar as atividades do dia a dia, tornando o seu trabalho mais gratificante, eficiente e produtivo.

Nessa hora é que você irá descobrir o que realmente matava a sua produtividade em um trabalho tradicional e conseguirá encontrar formas melhores de entregar resultados e de gerenciar os próprios projetos.

E se você tem vontade de empreender, trabalhar em casa pode ser um importante passo nesse caminho.

Vantagem #4: Alimentação mais barata, e saudável

Se a alimentação saudável e barata for o seu foco ao trabalhar de casa, você não irá se decepcionar.

Durante uma pausa na sua rotina de home office você pode simplesmente ir até o supermercado mais próximo aproveitar as promoções que nunca conseguia porque não saía a tempo do trabalho e até mesmo ter um tempo extra para cozinhar o que realmente gosta.

Vantagem #5: Economia de tempo e dinheiro com transporte

Não importa se você tem carro ou anda de ônibus: o caminho para o trabalho é um gasto de tempo e dinheiro.

Em algumas cidades existem profissionais que passam cerca de 4 horas dentro de um carro ou transporte público entre a ida e a volta para o trabalho.

No home office esses dois problemas são eliminados da sua rotina.

Se você acordava 2h ou 3h antes de sair para trabalhar, considere que esse tempo extra poderá ser muito mais bem aproveitado, seja dormindo, lendo um livro que gosta ou se dedicando a qualquer outra atividade que gostaria.

Já as desvantagens de trabalhar em casa…

Desvantagem #1: Limitações técnicas com internet e computador

Sabe aquelas ligações que você podia fazer para o setor de TI para consertarem algum problema com o computador, a impressora ou a rede da empresa? Pois é: esquece isso.

Exceto por alguns empregos em que a companhia oferece equipamentos, a infraestrutura do trabalho em home office é toda por sua conta. E dois itens comuns para quem vai trabalhar em casa são o computador e a internet.

Então, se por um lado o custo com transporte e alimentação são reduzidos, no home office você precisará investir em um equipamento, ferramentas e uma rede que não te deixem na mão a qualquer momento.

Como eliminar essa desvantagem: se você tem a possibilidade de se planejar antes de iniciar o trabalho em casa, eu recomendo que passe a investir aos poucos em uma máquina melhor, comprando cada item necessário aos poucos.

Uma ideia para quem vai ter um emprego fixo de casa é solicitar que a empresa ajude a fornecer as ferramentas necessárias, como softwares, câmeras, etc.

Se você caiu de pára-quedas no home office e não tem uma boa infraestrutura, faça um orçamento e veja quanto você precisa gastar para melhorar seus equipamentos. Depois, quebre esse valor em pequenas partes e aplique esses custos em cada freelance ou trabalho que for cobrar.

Lembrando que a “depreciação dos equipamentos de trabalho”, na verdade, já deve ser considerada na cobrança de qualquer trabalho, ok? ;)

Desvantagem #2: A solidão

Você pode não pensar nisso agora, mas o ambiente com colegas a uma mesa de distância e alguém sempre por perto para conversar irão fazer falta na sua vida.

Nós somos seres sociais, e a falta de companhia todos os dias no trabalho pode nos deixar bem solitários.

Isso porque, no trabalho em casa, esse contato diário deixa de existir e muito provavelmente você passará muitas horas sozinho na frente do computador.

Como eliminar essa desvantagem: você pode começar com uma pesquisa na internet. Já existem diversos blogs, sites e comunidades de freelancers e pessoas que gostam de fazer home office.

Tente descobrir os que estão mais próximos do seu tipo de trabalho ou da sua cidade e comece a conversar com essas pessoas.

E após conhecer novos colegas de home office (caso ainda não tenha), tente combinar de ir alguns dias da semana com eles para trabalhar em um lugar diferente.

Outra solução que ajuda a te sentir mais motivado e menos solitário é frequentar cafés e dividir o seu dia com outras atividades (ex.: trabalhe um pouco pela manhã, pratique alguma aula ou exercício em grupo à tarde e depois volte ao trabalho. Ou tenha uma atividade durante a noite).

Desvantagem #3: O buraco negro da produtividade

Estudos comprovam que o home office aumenta a produtividade. Mas, tem dias que isso definitivamente não acontece: trabalhar em casa também pode trazer uma série de distrações.

Não é ruim fazer pequenas pausas no trabalho. É até mais saudável. O problema pode estar naquelas atividades que você demora horas para começar a fazer e nunca termina, acumulando trabalhos e procrastinando sem objetivo algum.

Como eliminar essa desvantagem: tente realizar uma procrastinação produtiva. Muitas vezes você pode não estar concentrado ou inspirado para trabalhar, mas tem energia para outras coisas.

Então, aproveite esse “buraco na sua produtividade” para atividades que exigem menos esforço intelectual: separar as roupas para lavar, varrer a casa, levar o cachorro para passear (se tiver um), cuidar dos filhos, cozinhar algum lanche ou almoço para a semana, ir ao banco resolver um pepino, ir às compras supermercado ou até organizar sua escrivaninha.

Desvantagem #4: Perda de benefícios

Dependendo da forma de contrato utilizado para trabalhar em home office, o profissional dificilmente consegue manter os mesmos benefícios que teria se fosse contratado sob regime CLT.

Isso significa que os gastos com impostos (FGTS, previdência, etc.), planos de saúde, alimentação e transporte sairão do bolso do profissional.

Como eliminar essa desvantagem: não existe muita opção para solucionar este problema que não seja realmente pagar tudo do bolso.

Para os profissionais que não possuem qualquer contrato, acordo ou garantia de benefícios para trabalho em casa, a solução mais comum é considerar cada gasto na hora de cobrar por um serviço.

Quem possui empresa aberta ou é microempreendedor e trabalha como freelancer / profissional autônomo também pode contratar um contador para que ele calcule como pagar pelos impostos e manter os benefícios que têm interesse.

Pagar um contador pode ser encarado como um gasto supérfluo para quem conta o dinheiro no final do mês, mas essa pode ser uma forma realista de saber quando você deve cobrar em cada trabalho.

Outra ideia é verificar como funcionam os sindicatos e associações de sua profissão. Por meio de parcerias, essas instituições podem oferecer descontos em diversas coisas: desde planos de saúde até academias, escolas e planos de previdência, tudo por um custo mensal bem menor do que contratar cada serviço separado.

Desvantagem #5: Dificuldade para crescer profissionalmente

Um problema comum enfrentado por quem passa a trabalhar em home office é a dificuldade de crescimento.

O que acontece para quem trabalha em casa é que as chances de se ter um plano de carreira sólido e definido são menores em comparação com um emprego tradicional.

Então, a razão de frustração de muitos profissionais que trabalham dessa forma pode vir da sensação de que eles não estão crescendo profissionalmente, e de que essa experiência não contará tanto no currículo quando forem disputar novas oportunidades.

Como eliminar essa desvantagem: a forma de resolver esse problema vai depender muito de quais são os objetivos de cada pessoa ao migrar para o home office.

Minha sugestão para quem deseja levar esse estilo de trabalho para o resto da vida é pensar em formas de empreender.

Ao se tornar dono de uma empresa própria ou microempreendedor individual, por exemplo, é possível ir em busca de novos clientes, garantir rendas maiores e aumentar seu escopo de trabalho pegando projetos cada vez maiores.

Agora, no caso de quem se demitiu ou foi demitido de um emprego formal e se tornou freelancer, uma boa pedida pode ser investir no marketing pessoal e na construção de portfólio.

Um portfólio diversificado, que demonstre os resultados que uma pessoa consegue entregar podem valer até mais do que uma experiência em um emprego qualquer.

Para quem trabalha em home office para uma empresa específica, a sugestão é: enxergue suas tarefas como projetos e procure mensurar o quanto cada atividade gerou em resultados para o seu empregador.

Isso porque uma das coisas que mais chamam a atenção de recrutadores e possíveis parceiros de negócio é ver o quanto de resultado determinada ação gerou para uma empresa a partir do seu trabalho.

Avaliando as vantagens e desvantagens: trabalhar em casa é mesmo para você?


Eu sempre falo a mesma coisa em relação às diversas opções de carreira que nos deparamos ao longo da vida: nada dura para sempre.

E por que eu falo isso?

Simples: ser feliz ao trabalhar em casa, assim como em qualquer outra escolha na carreira, depende muito do momento pelo qual você está passando na vida profissional. E esse momento pode durar um ou dois anos, apenas, como pode durar para sempre.

Em 2016 eu adotei esse método por achar que ele fazia mais sentido para mim, já que eu estava para mudar de país para estudar e não conseguiria assumir um trabalho full-time por um tempo.

E isso pode mudar daqui a algum tempo, caso eu decida que preciso de novas experiências do mercado ou caso eu não esteja feliz com a minha rotina.

Então, se você tem dúvidas sobre investir ou não os seus esforços em trabalhar em casa – de forma autônoma ou não – não foque somente nas vantagens e desvantagens.

Considere o tipo de aprendizado que você deseja e precisa no momento na sua carreira e onde você gostaria de estar dali a alguns anos após essa experiência.

Tente listar os seus “porquês” e veja se realmente estará disposto a passar por essas e outras desvantagens e limitações que podem surgir no seu caminho.

Caso precise refletir mais sobre essa possível mudança do seu emprego, eu recomendo que você leia estes artigos relacionados com trabalho aqui no Hackeando a Carreira:

Espero que até aqui você tenha entendido um pouco mais sobre os benefícios e as limitações que trabalhar em casa pode trazer em sua vida profissional. Também espero que as dicas tenham sido úteis caso você esteja tendo dificuldades nessa forma de trabalho.

E, se esse conteúdo te ajudou, por que não levar ele para ainda mais pessoas? Clique em um dos links abaixo para compartilhar esse post com seus amigos e familiares e ajudá-los a entender melhor sobre como é trabalhar em casa:

Mais conteúdos sobre trabalhar em casa serão publicados em breve, então não se esqueça de se cadastrar com o seu e-mail aqui embaixo para receber esse conteúdo assim que ele sair do forno! :)

Crédito das imagens: Freepik.com

Gostou do post acima? Então, junte-se ao nosso clã de hackers e
RECEBA CONTEÚDOS EXCLUSIVOS PARA SUA VIDA PROFISSIONAL